7 livros essenciais de perfumaria

Uma pergunta que as pessoas sempre me fazem é sobre quais são os melhores livros para quem está iniciando os estudos em perfumaria natural. Por isso, decidi criar uma lista com os 7 livros essenciais de perfumaria. Confira abaixo:

LIVROS EM PORTUGUÊS

1 O diário de um perfumista (Jean-Claude Ellena)

“Os odores são minhas palavras. A forma como lido com eles decorre de uma lógica, de um instinto, de um trabalho que acredito ser comparáveis ao procedimento de um escritor às voltas com a tarefa de escrever um livro”.

Um livro que estimula nosso olfato e que narra o cotidiano de um perfumista, tentando aproximar o leitor à realidade de um criador de perfumes. Jean-Claude Ellena, renomado perfumista e autor de grandes obras olfativas da Hermès, através dessa  narrativa intimista mostra o ofício e a arte da perfumaria que, em suas palavras, ainda são mal compreendidos pelas pessoas. Neste diário perfumado, Monsieur Ellena, registra um ano de sua vida (de 29 de outubro de 2009 a 13 de outubro de 2010), com o olhar voltado para a descrição de suas atividades de criação, bem como suas fontes de inspiração, encontros, viagens e todas as ideias olfativas que permeiam seu trabalho.

 

A Arte dos Perfumes (Nicolas de Barry)

“Suas receitas, sinônimos de refinamento, prazer e sedução, são extremamente simples e compostas de produtos naturais. Um livro que é  todo sensação e que se fará, página a página, cada vez mais inebriante, deixando atrás de si, eflúvios de íris, ylang-ylang, gengibre, patchouli e âmbar…”

Este livro reforçou o meu amor pela perfumaria natural. Ainda não li nenhum outro livro que aproxime tanto a perfumaria da arte quanto esse e sempre digo que é leitura obrigatória para quem pretende descobrir o universo fascinante dos perfumes naturais. O autor é o perfumista francês Nicolas de Barry, com quem eu também estudei.

Os primeiros capítulos nos convidam a conhecer a sofisticada história da perfumaria, desde os tempos antigos até os nossos dias. Depois, o autor nos convida a conhecer as principais matérias-primas naturais utilizadas na perfumaria. Não bastasse tudo isso, o livro ainda conta com um capítulo chamado “A arte da Criação”, onde o perfumista compartilha de forma espontânea o processo de composição de perfumes. E por fim, somos presenteados com um caderno luxuoso de receitas de perfumes, águas de colônia, óleos de massagem, velas, etc.

3 O Perfume (Patrick Suskind)

“As pessoas podiam fechar os olhos diante da grandeza, do assustador, da beleza, e podiam tapar os ouvidos diante da melodia ou de palavras sedutoras. Mas não podiam escapar do aroma. Pois o aroma é um irmão da respiração. Com esta, ele penetra nas pessoas, elas não podem escapar-lhe caso queiram viver. E bem para dentro delas é que vai o aroma, diretamente para o coração, distinguindo lá categoricamente entre atração e menosprezo, nojo e prazer, amor e ódio. Quem dominasse os odores dominaria o coração das pessoas.”

A história de Jean-Baptiste Grenouille, França, Século XVIII. Esse livro é nada mais nada menos do que o best-seller da perfumaria que foi transformado em filme. O personagem principal tem um nariz invejável e uma mente inquieta, seu olfato é treinado nas ruas de Paris, não apenas entre os bons cheiros, mas também entre os mais insuportáveis para um “nariz comum”, o que não é o caso de Grenouille. Cansado de Paris, o jovem e talentoso protagonista decide ir à Grasse, cidade que hoje é considerada a capital mundial dos perfumes, onde a técnica da enfleurage é praticada. O ponto alto e também de aflição para muitos é a obsessão de Grenouille pelos cheiros, pois para ele todos os cheiros precisavam ser capturados, inclusive os humanos. 

E eu paro por aqui, se não vou me empolgar e contar a história toda. Minha última recomendação é: leia esse livro, por favor.

 

4 Filosofia do Odor (Chantal Jaquet)

“O olíbano é aquela essência que faz sentido, porque escapa da pedra, atravessa-a e a impregna com este odor humano que permite a cada um se reconhecer na natureza.”

Descobrir a nobreza do olfato e aprender a ser um filósofo do nariz: esse é o objetivo deste livro, de Chantal Jaquet, que faz do sentido negligenciado um objeto de reflexão por si só. A tentativa de reabilitar a sensibilidade olfativa envolve questionar os preconceitos sobre o olfato, como sua suposta fraqueza, seu caráter primitivo, inconveniente ou imoral e examinar a maneira como o espírito também chega até nós pelo nariz.

A abordagem baseia-se na descoberta antropológica do papel decisivo dos odores na constituição da memória e da afetividade, bem como na construção da identidade. O desenvolvimento de uma estética olfativa assenta na procura de expressões artísticas do olfato, tanto na literatura de autores como Huysmans, Balzac e Proust, como na música de Debussy, na pintura de Gauguin ou na escultura de Rodin.

 

LIVROS EM INGLÊS

5 The Art of Perfumery (Septimus Piesse)

“Existe, por assim dizer, uma oitava de aromas, como uma oitava de notas; certos aromas se misturam como os sons de um instrumento.”

Piesse nos deixou um estudo precioso e nos apresentou o fascinante  mundo dos perfumes indissociável das emoções e da arte. Foi ele que encontrou relação entre os sons e os perfumes, e difundiu a ideia de tonalidades, acordes, notas e harmonia. O Mestre perfumista Septimus Piesse foi um dos últimos a conhecer a alquimia musical e sua relação íntima com a história das fragrâncias.

Para quem não sabe: Septimus Piesse foi um ilustre perfumista mestre do século 19 e químico, um dos últimos a seguir os métodos artesanais de criação de perfumes. Seu livro, publicado em 1857, continua sendo uma referência para estudiosos da perfumaria. Ele é o criador do odofone, uma mesa de correspondência entre sons e cheiros.

6 Essence and alchimie (Mandy Aftel)


In a bouquet of mixed roses, most people can distinguish at a glance the delicacy of a tea rose from the voluptuousness of a cabbage rose, but how many could so readily differentiate between the tea rose’s scent of freshly harvested tea and the spicy, honeylike, rich floral scent of the cabbage?”

Mandy Aftel, renomada perfumista, explora a natureza primordial e a importância fundamental dos cheiros no dia a dia, ensinando as pessoas sobre a natureza do olfato e a ideia de “consciência olfativa”. A autora também resgata uma perfumaria pura e artesanal feita com a riqueza de matérias primas naturais, a partir de uma abordagem que mostra a sensualidade e a criatividade de um mesmo lado, relembrando a capacidade que os odores têm em despertar nossas emoções. O resgate da perfumaria aparece também na apreciação e citação de antigos poetas e escritores que dedicaram suas obras para filosofar sobre os cheiros.

 

LIVROS EM FRANCÊS

7 Les pouvoirs de l’odeur (Annick Le Guérer)

“Quoi de plus mystérieux qu’une odeur, capable aussi bien d’attirer et de séduire que de provoquer d’irrésistibles réactions de dégoût et de rejet ?”

Annick Le Guérer está entre minhas autoras favoritas. Ela é antropóloga e filósofa, além de ser uma especialista do olfato, dos odores e dos perfumes. Neste livro, disponível apenas em francês, Madame Le Guérer percorre o caminho dos perfumes desde a antiguidade até os dias atuais com bases em pesquisas científicas realizadas sobre o olfato, mostrando sua relação com a sexualidade, religião, mitos, etc… Além disso, ela nos aponta os motivos pelos quais filósofos e psicanalistas sempre foram extremamente cautelosos ao falar sobre os odores.

Confesso que não é uma leitura assim tão fácil, não é um livro para ser lido rapidamente ou devorado como é o caso do Diário de um Perfumista. É um livro para ler aos poucos devido à sua riqueza de detalhes e profundidade.

Espero que você tenha gostado de conhecer um pouco do acervo de um perfumista e que você possa se inspirar e buscar cada vez mais conhecimento. Lembrando que os livros são ferramentas que auxiliam na compreensão do um estudo da perfumaria, mas eles são apenas um meio e não um fim. A prática é fundamental, certo? 

E aí, por qual livro você vai começar?

Texto: Angélica Flores

 

Artigos Relacionados

Conheça Nicolas de Barry, mestre perfumista francês que é referência na confecção de perfumes naturais de luxo

Como fazer perfume? Entenda o universo da perfumaria e o que é preciso para começar suas criações

Flores brancas utilizadas na Perfumaria